Rotina de Ordenha

Sua rotina de ordenha está ideal?

Seguir uma boa rotina de ordenha é essencial para garantir a qualidade do leite produzido. Uma rotina de ordenha adequada, com o uso de produtos de qualidade, permite obtenção higiênica do leite, maior controle e prevenção de novos casos de mastite e redução dos índices de CCS e CBT, contribuindo para maior rentabilidade da fazenda.

Um dos grandes erros conceituais na maioria das fazendas de leite é a falta de tempo para se fazer todos os passos necessários para uma boa rotina de ordenha.  Muitas fazendas estão tão focadas em eficiência que se esquecem da qualidade do leite. Mesmo em fazendas com 100 até 10.000 vacas, é possível implementar uma completa rotina de ordenha, alcançar a eficiência desejada e produzir um leite de alta qualidade

Eliminar ou pular etapas da rotina de ordenha, normalmente aumenta o tempo de ordenha e não o diminui, como a maioria pensa. E ainda, mais importante do que a própria rotina feita é a consistência de como ela é feita. Ter uma rotina de ordenha que qualquer um possa executar e em todas as sessões de ordenha é crucial para o sucesso da operação.

Luvas


Recomendamos o uso de luvas durante a ordenha. Importante trocá-las a cada lote de vacas ou sempre que estiver suja.

Tempo de Colocação


Estudos mostram que o tempo ideal desde o momento que o ordenhador toca nos tetos das vacas até a colocação dos conjuntos de ordenha seja de 60 a 90 segundos. Em muitas fazendas há uma grande variação no tempo de colocação, dependendo de quem faz a rotina.

Teste da Caneca


A realização do teste da caneca, com a remoção dos 3 primeiros jatos de leite de cada teto contribuem para redução da CBT e identificação de casos de mastite clínica.

Pré- Dip


O procedimento de pré-dip elimina as bactérias que estão nos tetos das vacas antes da ordenha. Estudos demonstram que a realização do pré-dip reduz em até 50% de novos casos de mastite ambiental e em 80% a CBT do leite. Além disso, o pré-dip também serve como estímulo para liberação da ocitocina, ajudando na liberação do leite.

Secagem dos Tetos


Após 30 segundos de ação do pré-dip nos tetos deve ser realizada a secagem com papel toalha descartável, utilizando uma folha por teto.

Pós-Dip


Imediatamente após a remoção dos conjuntos de ordenha deve ser feito o pós-dip que, por sua vez, auxilia na prevenção de mastite contagiosa e ainda contribui para o condicionamento da pele dos tetos.

DeLaval nas redes sociais

Quer saber mais sobre Qualidade do Leite?

Envie sua dúvida para a DeLaval

  

At DeLaval we use cookies to make your website experience better. You can change your web browser settings if you do not allow cookies or do not want cookies to be saved. Read more about how DeLaval handles cookies. I have read and accepted the information on how DeLaval handles cookies.