Fazenda Canjerana

A fazenda Canjerana está localizada na cidade de Luz, Minas Gerais. Até pouco tempo atrás, a propriedade familiar possuía uma linha média com 10 conjuntos de ordenha e contenção espinha de peixe. Em parceria com a DeLaval, os produtores decidiram instalar uma linha baixa com 32 conjuntos, contenção paralela com saída rápida, a P1100SR, e medição de leite eletrônica. Com isto, a fazenda Canjerana tornou-se a primeira no Brasil a ter a contenção P1100SR com fabricação totalmente nacional em suas instalações.

Dentre os principais benefícios que este modelo de contenção oferece, está a redução do tempo de ordenha que garante agilidade ao processo como um todo e, consequentemente, oferecendo mais rendimento ao produtor de leite.  Além disso, a saída rápida PR1100SR facilita o fluxo dos animais fazendo com que as vacas permaneçam o mínimo de tempo possível na sala de ordenha. Pelo posicionamento dos animais, paralelamente entre eles, o espaço construído é menor, desta forma, tanto as vacas quanto os operadores percorrem menores distâncias durante o processo de ordenha.  Este detalhe representa conforto para ambos (vacas e operadores), também permitindo aos animais retornarem rapidamente para a área de descanso, alimentação ou água.

Querendo saber mais sobre a experiência real do novo equipamento instalado na fazenda Canjerana, tivemos um encontro na cidade de Luz com os produtores Guarim Alfredo Caetano Carvalho e Estevão Henrique Costa Caetano, pai e filho respectivamente, donos da propriedade. Ambos administram a fazenda e contaram mais sobre o dia-a-dia na fazenda, a parceria com a DeLaval e os benefícios após a transição de equipamentos ocorrida no local. Confira mais no bate-papo a seguir:

Também assista a entrevista em vídeo em nosso canal "Eu Amo Leite"

Porque vocês escolheram um equipamento com automação avançada e por uma contenção com saída rápida?

Guarim: A palavra chave aqui em nossa fazenda é produtividade. Antigamente, tirando leite à mão chegamos a ter quase três mil litros por ano, mas vendo que não era possível continuar trabalhando desta forma colocamos, há 6 anos, um equipamento linha média central da DeLaval e ficamos muito satisfeitos.

Atualmente, nosso rebanho está estimado em 250 vacas e para o futuro esperamos chegar ao número de 700 vacas em lactação. A produtividade por vaca já chegou aos 22 litros/dia, sendo que agora trabalhamos com uma equipe de técnicos, um nutricionista e um veterinário para alcançarmos ao menos 25 litros por dia por vaca.

Produzimos seis mil litros de leite por dia, mas nossa meta é chegar aos 10 mil. Por isto, optamos por uma automação completa. Desta forma, gastamos menos tempo com a ordenha diminuindo custos com funcionários e tornando o processo mais prático.

Quais foram os benefícios da transição de linha média para linha baixa para vocês, os funcionários e animais?

Estevão: Quando escolhemos o equipamento com saída rápida, visamos a qualidade de vida tanto para os profissionais que trabalham com a gente quanto para os animais. Com a saída rápida, o tempo em que as vacas esperam na sala de ordenha é mínimo e, consequentemente, elas têm mais tempo para se nutrir, beber água e lamber o sal. Os funcionários têm mais tempo para descansar, realizar outros trabalhos na fazenda, almoçar e bater um bom papo. Tudo isso melhora o funcionamento da fazenda.

Porque vocês decidiram usar os equipamentos da DeLaval?

Estevão: Escolhemos a DeLaval pela sua tecnologia, por ser uma marca que está há anos e anos no mercado, isto nos dá uma segurança. São equipamentos modernos e eficientes, que dão um conforto para o animal e para o operador. A assistência técnica é muito boa também, tanto a assistência dos técnicos que trabalham aqui na região quanto o suporte dos especialistas na sede em Jaguariúna.

Guarim: Durante a transição de linha média para linha baixa, fomos bem assistidos. Desde então, recomendamos a DeLaval para todos nossos amigos produtores.

Como vocês adicionam um Plus+ na fazenda e em suas vidas em geral?

Guarim: Somos otimistas. Quando existe alguma pedra no caminho, a gente sempre procura um lado positivo para tudo o que está acontecendo. Sabemos que sozinhos não resolvemos nada, mas trabalhando em equipe, com ajuda e com otimismo, a gente tenta alcançar nossos objetivos.

O meu lema é o seguinte: harmonia dentro de casa, produtividade na fazenda e vamos celebrar a vida, pois ela é passageira.

At DeLaval we use cookies to make your website experience better. You can change your web browser settings if you do not allow cookies or do not want cookies to be saved. Read more about how DeLaval handles cookies. I have read and accepted the information on how DeLaval handles cookies.